Vereador Admilson Brum quer acabar com taxa de esgoto em Barra de São Francisco

É de conhecimento de todos a cobrança de taxa de rede de esgoto em Barra de São Francisco, aumentando a conta dos cidadãos, porém após o recolhimento dos detritos em pinicões na cidade(Apenas uma pequena parte), os detritos não são tratados e em seguida jogados nos rios que cortam a cidade, prejudicando o meio ambiente.

O cidadão paga por um serviço que não tem nenhuma assistências e várias residências nem tem rede de esgoto e mesmo assim a taxa é cobrada.

Agindo em nome de uma coletividade que já não aguento os descasos por parte da Empresa Cesan, o vereador Admilson Brum requereu junto a Cesan cópia do contrato firmado entre a empresa e a prefeitura municipal.

O objetivo do vereador é que tem conhecimento da vigência de um contrato de concessão firmado entre a Prefeitura Municipal de Barra de São Francisco e a Cesan para exploração dos serviços de abastecimento de água e tratamento de esgoto.

A taxa de esgoto em Barra de São Francisco é muito alta, aumentando em muita as contas pagas pelos cidadãos francisquenses.

O tratamento de esgoto é feita de forma deficitária, com a empresa devolvendo à natureza um esgoto não tratado.

É obrigação do vereador ter conhecimento das obrigações contidas no contrato de concessão a ser implantadas pela CESAN, para que tais obrigações sejam cobradas.

Estamos requerendo cópia do contrato para que podemos buscar meios legais para a Defesa dos interesses da nossa população.

“Na realidade nosso objetivo é acabar com a taxa de rede de esgoto em Barra de São Francisco,e, se possível até cancelar o contrato se a empresa Cesan não estiver arcando com suas responsabilidades,  porém, para que tomamos qualquer iniciativa temos que primeiro ter conhecimento do referido contrato, pois é uma falta de respeito que o cidadão pague uma taxa de rede esgoto altíssima, não é atendido e ainda os esgotos são devolvidos à natureza sem o tratamento devido’, disse o vereador Admilson brum.

COMPARTILHAR