São Januário poderá ser interditado após morte

Rodrigo Terra vai fazer a solicitação nesta segunda por conta da confusão no clássico entre Vasco e Fla.

CENA DE GUERRA NO SÃO JANUÁRIO APÓS CLÁSSICO VASCO X FLAMENGO.

O Ministério Público do Rio de Janeiro vai pedir a interdição de São Januário por conta das cenas de violência ocorridas após o clássico entre Vasco e Flamengo, no último sábado, pelo Brasileirão. O promotor Rodrigo Terra contou que entrará com a solicitação nesta segunda e que A Ferj e a CBF também serão responsabilizadas.

 Vou solicitar que São Januário seja interditado, assim como qualquer outro estádio que não esteja em condições de realizar estes eventos. Vou oficiar a CBF e a federação para que elas sejam responsabilizadas. Estas instituições lucram e recebem os bônus destes eventos, também têm de pagar o ônus. Não podem simplesmente lavar as mãos. Eurico Miranda não pode simplesmente lavar as mãos – disse Terra à ‘ESPN’.

Segundo Terra, várias normas estabelecidas pelo Estatuto do Torcedor em relação à segurança já não vinham sendo cumpridas em São Januário. Ele diz que a interdição pode permanecer até o Vasco mostrar documentos de plano de ações de segurança em jogos e que eles sejam aprovados pela Polícia Militar.

Essa ação do Ministério Público é independente da do STJD, que também pode pedir a interdição preventiva de São Januário. Além disso, a denúncia do Superior Tribunal de Justiça Desportiva ainda pode pedir a perda de até 10 mandos do Vasco e multa de R$ 100 mil.

COMPARTILHAR