Presa em Vitória mulher acusada de tentar matar namorado idoso a facadas

Uma mulher de 38 anos foi presa, suspeita de tentar matar o namorado de 62 anos com 11 facadas, em Vitória, nesta terça-feira (27). O homem está internado em estado grave. Doraliza Maria Lucas Gomes foi flagrada pelos policiais assistindo televisão após o crime, enquanto o homem agonizava no chão.

Ela afirmou que cometeu o crime para se defender de agressões. A polícia não acreditou na versão e autuou a mulher por tentativa de homicídio.

Dentro do apartamento, ficaram sinais de briga e muito sangue. Vizinhos contaram que ouviram gritos por volta das 22h.

“Praticamente, quase todos os dias, a viatura tinha que vir aqui socorrer ou o filho dela, ou esse namorado. Aqui, ninguém mais consegue dormir, porque ela é agressiva”, falou uma vizinha, que não quis se identificar.

Após o crime, moradores do prédio, que fica no bairro Bela Vista, em Vitória, pediram socorro a policiais militares que passavam no local. Quando eles chegaram, ficaram impressionados com a frieza da mulher.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher estava sentada no sofá, assistindo televisão tranquilamente. Enquanto isso, a vítima estava cheia de sangue agonizando no chão.

Os policiais pediram o socorro e o homem foi levado para o Hospital São Lucas em estado grave. Doraliza foi presa e disse que cometeu o crime, porque estava sendo agredida por ele.

“Ele vem me agredido a vários dias, várias vezes. Dessa vez, eu decidi me defender. Foi quando chamaram as autoridades e me trouxeram para o DPJ. Ele me deu soco, chute, essas coisas assim”, falou a mulher presa.

Apesar da afirmação, vizinhos desmentiram a mulher e disseram que ela agredia o idoso. “Ela que ataca ele, ela sempre fala que é mais inteligente que qualquer um pensa. Para mim, ela sabe o que faz”, afirmou uma vizinha.

A versão de Doraliza não convenceu a polícia. Ela foi autuada por tentativa de homicídio. Doraliza morava no apartamento com o filho de 18 anos.

Fonte:G1ES