Polícia investiga morte de advogada que caiu do 10º andar de prédio em Rio Preto

Melissa Barbara dos Santos foi encontrada por um porteiro do prédio que escutou o barulho da queda.

A Polícia Civil de São José do Rio Preto (SP) abriu nesta segunda-feira (9) um inquérito para investigar a morte de uma advogada de 40 anos, que caiu do 10º andar de um prédio onde morava, na madrugada de domingo (8), segundo o boletim de ocorrência.

Melissa Barbara dos Santos foi encontrada morta por um porteiro do prédio, que escutou o barulho da queda, segundo a polícia.

De acordo com o boletim de ocorrência, no apartamento da vítima foram encontrados “enforca gatos” – um tipo de abraçadeiras de plástico – que teriam sido usados para consertar a rede de segurança da sacada que estava rasgada. Ainda segundo o B.O., também foram encontradas uma garrafa de vinho vazia e uma taça no chão.

Em entrevista ao G1 nesta terça-feira (10), o delegado responsável pelo caso, Júlio Pesquero, diz que a polícia trabalha com várias hipóteses, uma delas é de que a queda tenha sido acidental.

“Uma das hipóteses é que ela tenha subido no parapeito da sacada e estava embriagada por ter tomado vinho, se desequilibrou e caiu”, conta o delegado.

A polícia ainda não descarta também outras hipóteses. “Todo crime que acontece a gente abre um leque de investigações. A polícia não lida só com uma hipótese”, afirma o delegado.

Pesquero diz que aguarda um laudo pericial no apartamento e a necrópsia. O corpo de Melissa foi enterrado nesta segunda-feira, em São José do Rio Preto.

Fonte: G1