PC de Ecoporanga prende acusado de matar homem que estava em estado de decomposição em casa abandonada

Desde que foi acionada sobre um corpo encontrado em estado de decomposição em uma casa abandonada no bairro Vila Nova em Ecoporanga, os investigadores, delegados e policiais militares iniciaram um trabalho em conjunto na tentativa de elucidar o crime e colocar na cadeia o envolvido ou envolvidos.

VEJA MATÉRIA PUBLICADA NO DIA QUE O CORPO EM ESTADO DE DECOMPOSIÇÃO FOI LOCALIZADO EM CASA ABANDONADA NO BAIRRO VILA NOVA EM ECOPORANGA

Corpo em estado de decomposição é encontrado dentro de residência abandonada em Ecoporanga

Nesta quinta-feira10 de agosto, o crime já estava desvendado, inclusiva um adolescente que participou parcialmente do crime foi ouvido e confessou o que ocorreu. As Câmeras de video monitoramento da cidade de Ecoporanga contribuiu e a imagem é claro dos envolvidos, inclusive o autor do homicídio que foi flagrado saindo de dentro da residência abandonada no dia do crime.

A motivação do é dívida de drogas, a vítima Jujadson Antonio da Silva, foi reconhecido por sua ex esposa e o corpo já em estado de decomposição foi localizado em uma casa abandonada na avenida José Assis Beta no bairro Vila Nova em Ecoporanga e nesta quinta-feira(10 de agosto de 2017), a Polícia Civil prendeu por força de um mandado de prisão o acusado Joilson de Abreu Bahia.

Em depoimento o acusado Joilson de Abreu Bahia iniciou tentando mentir dizendo que não sabia de nada, porém ao ser informado que a casa já tinha caído, pois o adolescente havia dito que no momento que foi assassinado Jujadson estava no banheiro defecando e foi alvejado por disparo de arma de fogo na cabeça, Joilson então informou que realmente cometeu o crime, pois a vítima estava devendo drogas.

Na residência do acusado, a Polícia Civil localizou a arma utilizada no crime, além de drogas e jóias, proveniente de troca por entorpecentes.

Após ser ouvido o acusado foi conduzido para o CDP e está à disposição das autoridades competentes.

O adolescente foi apresentado ao juizado da infância e adolescente para as devidas providências.

 

COMPARTILHAR