No ensaio do adeus, a presenA�a de JA?lio CA�sar A� simbA?lica para goleiro e para o Fla

Mais de 13 anos apA?s deixar o clube, goleiro retorna para escrever capA�tulos finais de uma relaA�A?o intensa; recorde grandes defesas do veterano em GIFs

Um dos goleiros mais tA�cnicos e identificados da histA?ria do Flamengo, JA?lio CA�sar volta a vestir a camisa rubro-negra nesta noite, contra o Boavista. Treze anos, quatro paA�ses (ItA?lia, Inglaterra, CanadA? e Portugal) e trA?s Copas do Mundo depois, ele retorna ao clube mais maduro, aos 38, para breve despedida atA� pendurar as luvas.

JA?lio chegou ao Flamengo aos nove anos. Estreou em 1997, aos 17. Na primeira passagem, que durou atA� 2004, foram 284 jogos. NA?o foram muitos tA�tulos. AlA�m da Copa dos CampeA�es (2001), o goleiro conquistou quatro estaduais (1999, 2000, 2001 e 2004). Foi titular apenas nos dois A?ltimos, mas foi importante, e talvez o principal responsA?vel por evitar rebaixamentos, em uma A�poca complicada e de vacas magras na GA?vea.

Agora, serA?o apenas trA?s meses e poucos jogos. PerA�odo curto, mas o suficiente para dizer adeus e ter o capA�tulo final de uma carreira e de uma relaA�A?o que, entre altos e baixos, entrou para a histA?ria do Flamengo.

– Descobri um clube completamente diferente. Hoje existem mais campos, mais facilidades para mA�dicos e fisioterapeutas. No meu tempo, as condiA�A�es de trabalho eram muito diferentes. Encontrei o tA�cnico da minha outra passagem, Paulo CA�sar Carpergiani, com quem trabalhei em 2000, e tambA�m o Juan e o Diego disse o goleiro, em entrevista publicada pela “Gazzetta Dello Sport”, na A?ltima terA�a.

A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� A� – Mesmo que eu nA?o jogue, vale a pena.
Por muitos anos rubro-negros sonharam com a volta de JA?lio CA�sar. No auge da carreira, ela nA?o aconteceu. ApA?s deixar a ItA?lia, ele rodou por Inglaterra, CanadA? e Portugal, sem muito brilho. Em sua apresentaA�A?o no Flamengo, alegou nunca ter recebido convite para voltar, apesar de ter dito, em entrevista, que jamais retornaria ao futebol brasileiro.

Desta vez, bateu de frente com a prA?pria famA�lia para encerrar a carreira no Flamengo. Sair de Portugal sem sua mulher e filhos nA?o foi simples. Mas a ideia partiu do prA?prio goleiro. Foi JA?lio quem buscou contato com o clube e expA?s o sonho de vestir novamente, mesmo que por pouco tempo, a camisa rubro-negra.

NA?o vai pesar no bolso

O contrato com trA?s meses foi considerado ”simbA?lico” pelos dirigentes do Flamengo. O camisa 12 ganha o salA?rio de R$15 mil durante seu perA�odo no clube. Certamente um dos vencimentos mais baixos do elenco profissional.

A imagem que mostra o simbolismo

Dias depois da chegada de Julio CA�sar ao Ninho do Urubu, um clique do fotA?grafo oficial do Flamengo, Gilvan de Souza, chamou atenA�A?o. Nela, o veterano treina no gramado do CT e A� observado pelos trA?s goleiros que representaram o Flamengo na A?ltima ediA�A?o da Copinha.

O primeiro adeus foi no meio de uma crise

JA?lio CA�sar deixou o Flamengo rumo ao futebol europeu em 2004. Em sua A?ltima partida com a camisa rubro-negra, o time ainda corrida risco de rebaixamento no BrasileirA?o. A equipe, sob comando de Andrade, venceu o Cruzeiro por 6 a 2 e se livrou da degola. Mas JA?lio viveu momentos complicados em seus A?ltimos confrontos pelo clube que o revelou.

Para apagar qualquer mA?goa

Em sua apresentaA�A?o no clube, JA?lio disse ter saA�do magoado do Flamengo hA? 13 anos. O goleiro reiterou que encontrou um clube muito diferente em seu retorno ao Brasil.

Ele alega ter saA�do com quatro meses de salA?rios atrasados do clube em 2004. AlA�m disso,A�lembrou de quando comprou um ar-condicionado com dinheiro do prA?prio bolso para a sala de fisioterapia.A�O atleta deixou o clube ao fim de seu contrato, em 2004. Na A�poca, o Flamengo viu seu goleiro sair de graA�a para brilhar na Europa.

– O Flamengo A� uma instituiA�A?o muito diferente daquela que deixei hA? 13 anos. SaA� bastante desiludido e muito magoado – disse.

Para apagar qualquer mA?goa

Em sua apresentaA�A?o no clube, JA?lio disse ter saA�do magoado do Flamengo hA? 13 anos. O goleiro reiterou que encontrou um clube muito diferente em seu retorno ao Brasil.

Ele alega ter saA�do com quatro meses de salA?rios atrasados do clube em 2004. AlA�m disso,A�lembrou de quando comprou um ar-condicionado com dinheiro do prA?prio bolso para a sala de fisioterapia.A�O atleta deixou o clube ao fim de seu contrato, em 2004. Na A�poca, o Flamengo viu seu goleiro sair de graA�a para brilhar na Europa.

– O Flamengo A� uma instituiA�A?o muito diferente daquela que deixei hA? 13 anos. SaA� bastante desiludido e muito magoado – disse.

O atual time do Flamengo tem nomes em alta que vieram das categorias de base. PaquetA? e Vinicius sA?o alguns dos ”garotos do Ninho” que estA?o deixando suas marcas entre os profissionais e tA?m criado forte identificaA�A?o com a torcida.

JA?lio CA�sar voltou carregando o rA?tulo de ”veterano da base”. A� da mesma geraA�A?o do zagueiro e amigo de longa data, Juan. Ambos foram formados juntos nas divisA�es de base do clube e estiveram em Copas do Mundo.

FONTE:Globo.com

COMPARTILHAR