Mulher sai para pescar no interior de Barra de São Francisco e é encontrada morta

Por volta das 20:30 de domingo(19 de maio de 2019), a Polícia Militar de Barra de São Francisco foi informada do desaparecimento de Marinalva de Oliveira de 28 anos, que residia no Córrego Palmital, interior de Barra de São Francisco e residia na propriedade de Beto Orech.

Segundo informações a Polícia Militar foi acionada, que 03 crianças estavam sozinhas no interior de uma residência e a mãe das crianças(Marinalva) estava desaparecida. Os militares obtiveram informações que Marinalva foi chamada para pescar próximo da sua residência, pela sua ex sogra Ivanilda e a senhora Silvana, sendo que só retornaram da pescaria a senhora Ivanilda e senhora Silvana e as mesmas não deram explicações e nem informações do desaparecimento de Marinalva.

Acontece que na segunda-feira(20 de maio de 2019), duas pessoas foram próximo das redondezas da residência de Marinalva com intuíto de localizá-la,pois a mesma estava desaparecida desde domingo(19), ao chegarem em cima do morro que dá para ver o peixeiro que fica 100 metros da residência onde Marinalva morava, visualizaram dentro do poço de peixe o corpo enrolado em uma rede de pesca e imediatamente acionaram a Polícia Militar.

O delegado de Polícia dr Victor Leonardo Barçante juntamente com dois investigadores estiveram no local e a perícia foi acionada e os peritos informaram que no corpo de Marinalva não tinha nenhuma lesão,perfuração e nenhum sinal de violência. Ás margens do peixeiro foi encontrado uma faca de cozinha.

Uma pessoa foi conduzida para a Delegacia de Polícia e o delegado de Polícia de Barra de São Francisco investiga sobre o crime para saber autoria e motivação do assassinato.

Marinava deixou 03 filhos pequenos que comoveu os moradores do Córrego do Panorama no interior de Barra de São Francisco.