Mulher é agredida a machadadas dentro de casa, em Cariacica, ES

Suspeito é o marido da vítima, que fugiu levando o dinheiro do salário e das férias dela. O caso aconteceu na madrugada de sábado (29).

Uma mulher foi agredida a machadadas dentro de casa no bairro Nova Canaã, na madrugada de sábado (29). O suspeito da agressão é o marido, um pedreiro de 38 anos. A mulher foi socorrida e levada para o hospital São Lucas, em Vitória, em estado gravíssimo. O marido fugiu e não foi localizado. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM).

A agressão, segundo os familiares, aconteceu na madrugada de sábado (29), pelo próprio marido da vítima. Durante a tentativa de assassinato, o suspeito colocou uma música alta. Quando ela já estava ferida, ele trancou o quarto dela e jogou a chave em outro cômodo. A mulher foi encontrada pela manhã por um filho.

A filha da vítima disse que estava na casa do namorado quando foi acordada pela irmã que contou sobre a agressão contra mãe. Segundo o relato da família, o atual companheiro da mulher tinha colocado os irmãos dela de 10 e 12 anos para dormir e, por volta de 1h, ligou o som alto.

“Ele mandou meus irmãos dormirem, ligou o som alto e desligou por volta de 2h. De manhã, meu irmão saiu na rua para brincar e quando ele sentiu fome voltou para casa. A porta estava trancada então ele olhou debaixo da porta e viu aquela cena de terror. Isso era por volta de 9h. Foram 8 horas agonizando e sofrendo”, contou a filha.

A família acredita que a agressão tenha acontecido quando ele ligou o som. Depois de ferir a mulher com um machado, ele trancou a porta do quarto e jogou a chave em um canto da cozinha. Ele ainda tirou a bateria do celular dela para que ela não pedisse ajuda.

Os vizinhos escutaram o som, mas não denunciaram por medo do comportamento agressivo do suspeito. “Eles brigavam de se separar e era um agredindo o outro. Eu achava que não podia chegar a esse ponto. Mas chegou. Eu só queria que ele fosse preso e quero que a polícia ache ele. Só Deus sabe a minha revolta”, contou a filha.

FONTE:G1