Jornal aponta Gabigol como 52º melhor do mundo, à frente de Pogba e Icardi; Bruno Henrique é 66º

Inglês “The Guardian” divulga novos nomes na lista de 100 destaques do futebol mundial em 2019 e inclui astros do Flamengo

A um jogo de conquistar o mundo de novo, o Flamengo de 2019 e seu poderoso ataque estão bem representados na tradicional lista de 100 melhores jogadores do planeta, organizada pelo jornal “The Guardian”. A publicação inglesa vem divulgando novos nomes da relação, e nesta quarta-feira o campeão da Libertadores viu seus dois grandes astros aparecerem entre os destaques do ano: Bruno Henrique e Gabigol.

O camisa 9 do Flamengo, autor dos dois gols da vitória de virada sobre o River Plate na final e artilheiro da Libertadores, foi indicado como 52º melhor jogador do mundo entre janeiro e dezembro – superando nomes de peso, como Pogba (55º), Cavani (56º) e Mauro Icardi (60º). Bruno Henrique – vice-artilheiro do time em 2019 e eleito o craque do Brasileirão e da Libertadores -, por sua vez, foi apontado em 66º lugar.

 Ainda contratado pela Inter de Milão, onde passou a temporada 2016/17 sem fazer um jogo como titular na liga, Gabigol alcançou um novo patamar durante um contrato de um ano com o Flamengo vencedor de tudo sob o comando de Jorge Jesus, marcando 34 gols em 41 jogos, incluindo os belíssimos dois gols no fim que transformaram a final da Copa Libertadores – diz o texto que justifica a posição de Gabigol no ranking.

Sobre Bruno Henrique, o “Guardian” diz:

– Aos 28 – fazendo 29 em dezembro – Henrique aproveitou o ano mais frutífero de sua carreira, com ele e Gabriel Barbosa levando o Flamengo ao seu primeiro título na liga na década e a Copa Libertadores. Henrique foi indicado como o melhor jogador da competição depois de marcar cinco gols e dar assistência para seis.

O “Guardian” seguirá divulgando novos nomes até o fim da semana – resta conhecer os 40 primeiros colocados da relação. Até agora, há 13 brasileiros na lista, sendo Gabigol o melhor colocado até agora. Os outros são Daniel Alves (57º), Fernandinho (58º), Casemiro (61º), Jorginho (62º), Bruno Henrique (66º), Lucas Moura (67º), Thiago Silva (68º), Marquinhos (71º), Gabriel Jesus (75º), Arthur (77º), Everton (92º), Philippe Coutinho (100º).

Fonte: Ge