Incêndio florestal atinge Coreia do Sul e deixa dois mortos e 11 feridos

Fogo começou em rodovia e se espalhou para montanhas. Presidente Moon Jae-In disse que todos recursos serão usados para apagar incêndio

Um incêndio florestal de grande proporções começou nesta quinta-feira (4), na Província de Gangwon, na costa leste da Coreia do Sul. Segundo a agência de notícias local Yonhap, o fogo começou na cidade de Goseong às sete da manhã, no horário de Brasília, (7 horas da noite, em horário local) e já deixou dois mortos e 11 feridos.

A polícia encontrou o corpo de um homem na estrada e o de uma mulher, de aproximadamente 70 anos, em Goseong. As autoridades acreditam que os dois morreram por causa do incêndio. Já foram registrados 11 feridos, mas a polícia espera que o número aumente durante o dia.

Segundo a Agência Nacional de Incêndio da Coreia do Sul pediu ajuda dos maiores corpos de bombeiro na missão. O incêndio começou na estrada e se espalhou para uma montanha, resultando na evacuação dos moradores do local.

A Agência emitiu o alerta de emergência nível três, o mais alto. O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, teve uma reunião de emergência e pediu para as autoridades usarem todos os recursos necessários para evitar que o fogo se espalhe.

Ele também pediu para que as autoridades pensem em um plano para garantir a segurança das vítimas e dos bombeiros. Ele disse que helicópteros devem ser usados assim que amanhecer, e que o governo precisa contatar as vítimas em regiões mais isoladas.

Região foi evacuada

Os bombeiros tentaram extinguir o fogo nos estados iniciais, mas falharam devido a velocidade e força dos ventos. Cerca de 40 caminhões de bombeiros de outras regiões chegaram ao local para tentar conter o fogo, segundo informações do Korea Herald.

As áreas de Goseong e Sokcho foram evacuadas. Cerca de 3 mil moradores tiveram que deixar a região.

FONTE: R7