Gabigol se valoriza no Flamengo e aumenta incerteza sobre permanência

Ao igualar Zico como maior artilheiro em uma única edição de Brasileiro, com 21 gols, o atacante Gabigol já marcou seu nome na história do Flamengo.

No entanto, vai seguir os conselhos do maior ídolo rubro-negro e focar nos títulos em disputa. Inclusive em detrimento da decisão sobre se fica ou não no Brasil ao fim do empréstimo em dezembro.

– Marcas foram feitas para ser batidas. Para mim, o importante é que nas duas vezes que fui artilheiro do Brasileiro, ambas com 21 gols, o Flamengo foi bicampeão. Se fosse só artilheiro, não ia significar nada para mim – avisou o Galinho, ao cumprimentar o jovem de 23 anos pela façanha alcançada no jogo contra o Bahia.

Uma semana depois de o vice de futebol Marcos Braz cobrar uma posição do atacante e tornar público o acordo de compra junto à Inter de Milão, Gabigol e seus representantes mantêm-se quietos sob o discurso de que o momento é inoportuno para tratar da renovação.

Contudo, o Flamengo teme que a negociação com o clube italiano expire, e tem informações de mercado que os empresários de Gabigol já conversaram com alguns clubes europeus, entre eles o Porto, de Portugal. Na visão da diretoria, os agentes ganham tempo enquanto o jogador se valoriza, o que pode inviabilizar os atuais termos do acordo com a Inter.

Gabigol segue à risca o protocolo e sequer tratou sobre sua permanência depois de ser protagonista da vitória sobre o Bahia. O comportamento causa ainda mais apreensão na diretoria, que quer planejar a temporada 2020 e saber se precisará de reposição. Hoje, os dirigentes já trabalham no mercado atentos a um centroavante, e ampliam o olhar para algum com características semelhantes a Gabigol. A ideia é não fica refém do atleta.

Nos bastidores do Flamengo, a sensação é que a lua de mel de Gabigol com a torcida pode não ser suficiente para convencê-lo a ficar no Brasil, sobretudo em caso de proposta contundente de um clube que dispute os principais torneios da Europa. A oferta do Flamengo prevê compra de 80% dos direitos econômicos do jogador, de forma parcelada.

Zico, que conheceu Gabigol no começo da temporada, lembrou ao elogiar o jogador que ele é um jovem cheio de sonhos e objetivos.

– Fico feliz por ele que merece. Se adaptou bem ao Rio, joga para o time, e porque está fazendo a alegria da torcida. Conheci ele, é um jovem com sonhos, desejos, objetivos e muito profissional – disse.

Fonte: Extra