Ex-empresário de Schumacher reclama de esposa: “Medo de tornar pública a verdade”

Willi Weber diz que Corinna Schumacher não permite que ele veja heptacampeão da F1, que sofreu grave acidente de esqui no fim de 2013, mulher disse que sigilo foi pedido por Schumi

Ex-empresário de Michael Schumacher, Willi Weber reclamou da postura da esposa do heptacampeão mundial de Fórmula 1. Desde que Schumi sofreu um grave acidente de esqui no fim de 2013, Corinna Schumacher não permite que sejam divulgadas informações sobre o estado de saúde do ex-piloto. O máximo que ela se permitiu foi dizer que o próprio marido pediu sigilo sobre sua condição.

– Sei que Michael foi atingido com força, mas infelizmente não sei que progresso ele faz. Eu gostaria de saber como ele está, apertar as mãos ou acariciar seu rosto. Infelizmente, porém, isso é rejeitado por Corinna. Ela provavelmente está com medo de ver imediatamente o que está acontecendo e tornar pública a verdade – disse Weber, que acompanhou Schumacher em toda sua carreira.

Weber disse ainda que espera poder um dia voltar a conviver com o heptacampeão, pois acredita na sua recuperação pela força demonstrada ao longo de toda a vida – hoje, Michael Schumacher tem 50 anos de idade e vive numa mansão na Suíça.

– Acredito firmemente na recuperação de Michael, porque sei que ele é um lutador. Se houver uma chance, ele a usará. Isso não pode ser o fim. Rezo por ele e estou convencido de que o veremos novamente.

As últimas informações – não oficiais – sobre Schumacher foram publicadas em setembro, quando o alemão deu entrada num hospital de Paris para um tratamento não especificado.