Elclésio Sampaio convoca diretores da Cesan

Em Barra de São Francisco o vereador do PRP Admilson Brum requereu junto a Cesan cópia do contrato da empresa com prefeitura. O objetivo do vereador é saber qual as obrigações da empresa e se as obrigações estão sendo cumpridas e caso não estiverem sendo cumpridas o vereador pretende apresentar na Câmara fim do contrato. “A empresa cobra taxa de esgoto, porém todo esgoto da cidade é jogado nos rios.Temos que estudar o contrato e se não estiver compatível com os compromissos firmados vamos sim solicitar providências. Não podemos aceitar que nosso povo pague taxa de esgoto sendo que os mesmos não são tratados e os detritos são jogados nos rios, prejudicando o meio ambiente”, disse o vereador.

Já em Vitória na Assembléia Legislativa a primeira reunião da Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte após o recesso parlamentar, nesta terça-feira (1), as rusgas com a CESAN permaneceram no ar na Assembleia. O  presidente, Euclério Sampaio, e o membro suplente, Da Vitória (ambos do PDT), convocaram representantes da Cesan e da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP) para explicarem os recentes aumentos de tarifas de água e tratamento de esgoto no Estado.

Os representantes da companhia do governo e da agência deverão comparecer à reunião do dia 15. O último encontro entre os deputados e os diretores da empresa foi tenso. Em uma audiência pública concorrida, depois de não conseguir convocar os diretores por meio da Comissão, os deputados questionaram o contrato da Cesan com a empresa SGS Engenharia, referente ao Programa Águas e Paisagem. Por isso, a expectativa é de que o próximo encontro seja novamente de embate.

Presídios – Os deputados também decidiram convocar diretores de presídios e representantes da empresa responsável pelo fornecimento de alimentação aos detentos do sistema prisional da Grande Vitória. A comissão recebeu uma denúncia de que a comida fornecida é de péssima qualidade e muitas vezes vem estragada. Esta reunião está marcada para o dia 12 de setembro.

Um relatório da Gerência de Controle, Monitoramento e Avaliação de Gestão Penitenciária, datado de 6 de julho deste ano, revelou que detentos receberam alimentos proibidos para o consumo humano e que alguns ficaram doentes por causa disso.

Eco 101 – A Comissão de Defesa do Consumidor também confirmou a convocação de representantes da Eco101, empresa responsável pela concessão da BR-101, para explicar por que a rodovia não poderá ser duplicada, de acordo com o que prevê o contrato de concessão. Esta reunião está marcada, inicialmente para o dia 29 deste mês.

COMPARTILHAR