Detentos do presídio de Nova Lima (MG) fazem greve de fome

Unidade foi parcialmente interditada pela Justiça e só pode receber presos da própria comarca; detentos pedem melhorias nas condições do local

Detentos do presídio de Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, iniciaram uma greve de fome nesta segunda-feira (13), reivindicando melhorias nas condições de tratamento no local. A unidade está parcialmente interditada e só pode receber novos presos da comarca da cidade.

De acordo com a Seap (Secretaria de Administração Prisional), o grupo recusou o café da manhã e o almoço.

A pasta informou que apura as reclamações apresentadas pelos internos que “tomará medidas que forem necessárias para sanar possíveis falhas administrativas”. O Governo afirmou, ainda, que a Seap participa semanalmente de reuniões com um grupo para debater questões estruturais e para buscar soluções para os problemas existentes.

O local tem capacidade máxima de 96 presos. Contudo, o Governo não divulgou quantas pessoas estão de fato no local, “por razões de segurança”.

A pasta também adiantou que está em análise “a busca de recursos para a construção de uma unidade prisional, com cerca de 600 vagas, no município de Mariana”, cidade que fica a 110 km de Belo Horizonte. A obra vai atender, também, os presos que estão em Nova Lima.

FONTE: R7