Alô, final! Flamengo muda “chave” para Vasco e minimiza favoritismo sobre rival e jogo no Nilton Santos

Após deixarem encaminhada a classificação para as oitavas de final da Libertadores, jogadores rubro-negros projetam decisão do Carioca domingo: “Estamos preparados para buscar o título”

A noite de quinta-feira foi de alegria no Flamengo pela goleada por 6 a 1 sobre o San José, da Bolívia, no Maracanã – resultado que deixou o time de Abel Braga a um empate no Equador contra a LDU, na próxima rodada, para garantir a classificação matemática às oitavas de final da Libertadores. Mas antes, o Rubro-Negro tem a final do Campeonato Carioca para disputar contra seu arquirrival.

E o jogo de ida, com mando do Vasco, já será neste domingo, às 16h (de Brasília), no Nilton Santos. E vai ser a primeira vez que o Flamengo jogará o Clássico dos Milhões em 2019 com sua força máxima – nos dois anteriores, poupo os titulares e arrancou dois empates. Na saída do Maracanã, alguns jogadores minimizaram o favoritismo e a mudança do estádio de última hora.

Confira o que eles disseram:

Willian Arão:

– A gente vinha jogando partidas seguidas aqui, nós conhecemos o campo, as dimensões, tudo. Engenhão é um campo neutro, não jogamos lá, só uma vez no início do ano. Mas vai ser neutro para nós e para eles. Espero que o gramado esteja em boas condições para termos um espetáculo bom. A gente vai analisar o que eles têm de fraqueza, de brecha para aproveitar, com certeza vai ser mais um clássico difícil. Sabemos que, por mais que teoricamente tenhamos um time melhor, enfrentar o Vasco é sempre complicado, são 11 contra 11.

Renê:

– Não entendi, final do Carioca é sempre Maracanã. Mas o mando é deles, têm o direito de mudar de lugar. Independentemente do local, vamos focados para fazer um grande jogo e buscar a vitória. A gente sabe a responsabilidade que vai ter no domingo, vamos com tudo para conquistar esse título. Clássico é sempre bom de jogar, contra Vasco, Fluminense, Botafogo… Importante é estar em campo. Nos dois jogos passados eu não estive, espero que no domingo possa estar para ajudar.

Diego:

– O fato de jogar em outro estádio para nós não faz diferença alguma. Vamos com a mesma forma de jogar, com muita atenção, para conquistar o objetivo. (…) É difícil falar em favoritismo, ainda mais sendo um clássico. Mas estamos preparados para buscar esse título e vamos atrás disso. Vamos enfrentar uma grande equipe, mas temos que fazer o nosso jogo.

Os jogadores se reapresentam na tarde desta sexta-feira, no Ninho do Urubu, e iniciam a preparação para o duelo com o Vasco. No clássico, Abel Braga terá o reforço de seu artilheiro Gabigol, que cumpriu suspensão automática na Libertadores contra o San José.

FONTE: GE