“A fama não evita depressão”, diz missionária e ex-dançarina do É o Tchan

O sorriso sempre foi uma das marcas registradas da, agora, missionária Débora Brasil, de 49 anos. Nos anos 1990, a morena integrou a primeira formação do grupo É o Tchan, onde fez sucesso como dançarina ao lado de Carla Perez e Jacaré.

Foi depois de deixar o grupo e iniciar carreira solo, cantando axé, que a depressão chegou, tirou seu sorriso e quase a matou. Ela relata que sentia um vazio, mas que a fama e os palcos não preenchiam.

“Fazia shows, mas havia um vazio dentro de mim que eu não conseguia preencher com nada. Quase morri por causa da depressão. A fama não evita depressão”, disse.

A ex-dançarina comentou que não se lembra de quanto tempo ficou em depressão, mas que, junto com o problema, desenvolveu também a síndrome do pânico.

“Fiquei três anos no É o Tchan. Depois que saí, comecei a cantar e fiz minha carreira solo. Depois de uns anos, tive a depressão. Foi realmente muito sério, cheguei a um ponto que não falava, não reconhecia as pessoas. Minha mãe que me dava banho”, contou.

Débora completou dizendo que a depressão é uma doença silenciosa. “Não sei explicar o que me levou à doença. Acho que foi um acúmulo de estresse, porque as pessoas nos cobram resultados que nós não conseguimos dar”.

A ex-dançarina disse ainda que só conseguiu sair da depressão depois de se converter. “Aceitei Jesus pelo telefone. Tinha uma tia evangélica que orava por mim. Um dia, em um momento de ansiedade, conversando com ela, eu aceitei Jesus”, relatou.

Débora relatou que, durante alguns anos, continuou cantando e dançando, e chegou a voltar por um ano ao grupo É o Tchan, para o projeto de 10 anos do grupo.

Foi nesse tempo, segundo ela, que sentiu o chamado de Deus para a sua “verdadeira carreira”.

A ex-dançarina acredita que foi salva por Deus e, por isso, agora usa os seus talentos para cantar louvores e levar o seu testemunho a pessoas que também sofrem com a depressão.

Hoje, Débora Brasil está viajando, contando a sua história, evangelizando e gravando o seu primeiro CD gospel.

Além disso, ela é apresentadora, há três anos, junto com o jornalista Helton Carvalho, do programa “Na Lente”, que é gravado em vários pontos turísticos do Espírito Santo.

Fonte:Tribuna Online