4,6 milhões de brasileiras sofreram algum tipo de agressão física em 2018

Entre essas mulheres, 76,4% declararam que o agressor era alguém conhecido. Foram 1,6 milhão de mulheres vítimas de espancamento ou tentativa de estrangulamento – uma a cada 3 minutos

Somente no Espírito Santo, durante o período de Carnaval, 94 mulheres pediram medida protetiva, sendo os motivos por agressão física, estupro ou lesão corporal. Os índices assustadores se repetem em todo o país e deixam clara a onipresença da violência contra a mulher.

E a palavra “assustadores” não é uma opção… está baseada em números que mostram que apenas no período de uma hora, 536 mulheres são vítimas de algum tipo de agressão física em todo o Brasil.

FONTE: FOLHA VITÓRIA